Polidesportivo ao ar livre da Escola Sede está agora disponível à Comunidade. Novo bloco do Pré-Escolar e 1º Ciclo foi inaugurado.

A Escola Básica e Secundária Escalada, de Pampilhosa da Serra, acolheu, na passada sexta-feira, a cerimónia de inauguração da ampliação das instalações desta infraestrutura de ensino, bem como a formalização de um protocolo de colaboração, que estabelece que o novo campo de jogos fica acessível à comunidade.

Para José Brito, Presidente da Câmara Municipal, este protocolo, que foi celebrado entre a Autarquia, a Junta de Freguesia de Pampilhosa da Serra e o Agrupamento de Escolas, trata-se de um “exemplo de boa gestão dos dinheiros públicos”. Identificada a necessidade de construção de um polidesportivo ao ar livre, por parte da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal, e podendo ter este espaço desportivo de “excelência” à disposição de todos, “não havia necessidade de construir outro”, expressou José Brito, frisando ainda que é fundamental gerir bem o dinheiro público, “porque é de todos nós”.

Também Nuno Almeida, Presidente da Junta de Freguesia de Pampilhosa da Serra, destacou a “boa gestão financeira dos recursos”, considerando este um exemplo de que o governo central em conjunto com o poder local podem fazer muito pelas populações”.

Esta visão foi partilhada pela Diretora Regional de Educação do Centro, Cristina Fernandes, que salientou que o protocolo assinado é “simbólico mas tem um significado muito profundo”. “É para isto que também servem os nossos impostos: construir infraestruturas públicas, pagas com dinheiros públicos e que servem a comunidade”, notou.

Quanto ao novo bloco da Escola Sede, contempla duas salas para o pré-escolar e quatro para o 1ºciclo, e foi devidamente equipado com tecnologia informática e redes de informação e comunicação de última geração. O edifício implicou um investimento de total de 802 581, 69€, comparticipado no montante de 581 274, 12€ pelo FEDER/Fundo de Coesão, no âmbito do Programa Operacional Regional Centro 2020.

Apesar de as novas instalações já estarem a ser utilizadas desde o arranque do ano letivo 2020/2021, a Câmara Municipal entendeu que a prioridade era de facto garantir que o edifício estava em plenas condições para acolher os alunos e não a inauguração formal propriamente dita. Dessa forma, a inauguração só aconteceu nesta altura e ao final da tarde, para não haver contacto com as crianças, uma vez que o novo bloco acolhe atividades do programa de férias Julho em Ação.

0
0
0
s2sdefault