O presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, acompanhou as equipas da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), liderada por Emídio Barros, e da Faculdade de Engenharia do Porto (FEUP), bem como os representantes da CIM|RC e da Câmara Municipal da Pampilhosa da Serra numa visita técnica ao Túnel do Vale Pardieiro, na União das Freguesias de Cepos e Teixeira, no âmbito do projeto “Gestão da Bacia Hidrográfica do Rio Ceira face às Alterações Climáticas”.

O trabalho de campo, que incluiu também o Cabril do Ceira, no concelho da Lousã, teve em vista a priorização e a elaboração do projeto de intervenção, financiado pelo Programa EEA Grants. No terreno, os técnicos procederam à recolha de informação do histórico de caudais de cheia do rio Ceira, bem como ao levantamento do estado de conservação atual da galeria ripícola e infraestruturas hidráulicas do troço deste rio no concelho de Arganil.

Este projeto pretende ver aumentada a resiliência e capacidade de resposta face às consequências das alterações climáticas, através da implementação de diversas soluções de engenharia natural, junto das povoações, praias fluviais e zonas de lazer, concentradas ao longo do Rio Ceira.

Os locais prioritários de intervenção no concelho de Arganil são o Túnel do Vale Pardieiro e o Poço da Cesta, na União das Freguesias de Cepos e Teixeira, e preveem a limpeza de margens, incluindo remoção/contenção de invasoras e remoção de madeiras e outros resíduos presentes nas margens e no leito do rio Ceira.

Constituído por três componentes principais – hidrológica, ecossistemas e estruturas socioculturais –, a “Gestão da Bacia Hidrográfica do Rio Ceira face às Alterações Climáticas” baseia-se numa abordagem ambiental inovadora, que visa consciencializar as populações locais para a mitigação e adaptação das suas atividades às alterações climáticas, considerando a unidade territorial da bacia hidrográfica do rio Ceira, que cobre 300 km2.

O projeto é promovido pela APA, em parceria com a Faculdade de Engenharia do Porto (FEUP) e os Municípios de Arganil, Góis e Pampilhosa da Serra e a Direção Norueguesa para a Proteção Civil (DSB – Nowergian Directorate for Civil Protection).

0
0
0
s2sdefault