A 3ª edição do Festival Literário Internacional do Interior (FLII) – Palavras de Fogo, vai realizar-se entre os dias 8 e 11 de outubro, depois de adiado devido à pandemia por COVID-19.

Este evento, que tem como patrono o Presidente da República, decorre em 7 concelhos da região centro, dos distritos de Coimbra e Leiria afetados pelos incêndios em 2017, com o objetivo de levar os livros e os escritores aos sítios mais inusitados e imprevisíveis.

Nos dias 6 de outubro, mas já integrado na programação e nos dias 9 e 11 de outubro, o FLII vai passar por Arganil com uma programação que contempla tertúlias, momentos de leitura, momentos musicais e artísticos, a decorrer entre a Biblioteca Municipal Miguel Torga e a Cerâmica Arganilense

Dedicado a Maria de Lourdes Pintasilgo, por ocasião dos 90 anos do seu nascimento e ao escritor Fernando Namora, cujo centenário se assinala, é promovido pela Arte-Via Cooperativa e tem como lema “A arte e a cultura como reanimadores de uma região e de um povo”. Assume como tema transversal “Cuidar o Futuro”, pois enquanto festival de causas, pretende abordar questões atuais e prementes do mundo, desde logo a questão ambiental.

Na edição deste ano será lançado o livro vencedor da 1.ª edição do Prémio Literário FLII – Palavras de Fogo, patrocinado pela Direção Regional de Cultura do Centro.

Programa Arganil:

6 DE OUTUBRO, 2ª FEIRA
16.00 – Biblioteca Municipal Miguel Torga – Arganil
Inauguração da Exposição “Fernando Namora – Itinerário de uma vida, Geografia de uma Obra”

9 DE OUTUBRO, 6ª FEIRA
15.00 – Biblioteca Municipal Miguel Torga – Arganil
«Ouviremos o protesto donde quer que venha, e no coro das aspirações dissonantes e por vezes antagónicas prestaremos atenção ao silêncio dos que na sociedade permanecem sem voz.”
Maria de Lourdes Pintassilgo
Painel – Wagner Merije, Sue Cosgrave
Moderadora – Rita Martins

11 DE OUTUBRO, DOMINGO
Auditório da Cerâmica Arganilense

15.00 – À volta dos livros “Jaguar” e “Voltar a ler” de António Carlos Cortez, com Luís Ricardo
Duarte e José Mário Silva

16.00 – “ O passado é a âncora, o futuro o leme. Sem eles o presente não tem margens” – Fernando Namora
Painel – Paulo Pimenta de Castro, João Camargo, Filipe Pinto e Mary Reynolds
Moderador – António Carlos Cortez

17.00 – Sessão de encerramento
“Casas de memória e de futuro”
Isabel Freitas – Casa Museu Fernando Namora, Margarida Silva – Fundação Cuidar o Futuro
Moderador – António Pedro Pita

0
0
0
s2sdefault