Receita de cabrito estonado á moda da Beira

O cabrito estonado é uma das iguarias gastronómicas da região da beira interior. Uma forma original e deliciosa de confecionar este animal que alimentado com a vegetação das serras lhe dá um sabor e especial e único. Ùm regalo para a vista e para o palato, sendo um dos ex-libris gastronómicos da região.


 

Ingredientes:  

um cabrito
banha
colorau
dentes de alho
pimenta preta
presunto
sal
vinho branco.

O cabrito deve ser cabritinho, até mês e meio. Morto o cabrito estona-se, isto é: mete-se o cabrito pouco a pouco em água a ferver e tira-se-lhe o pelo à medida que vai sendo escaldado. Tem de se ter cuidado para não se ofender a pele.

Depois de estar estonado, retiram-se as tripas e as vísceras ao cabrito.
Lava-se muito bem lavado, ficando a escorrer de um dia para o outro.
Pelo o outro dia barra-se o cabrito com pasta feita com o alho, pimenta, sal e vinho branco.
Migam-se os miúdos do cabrito, junta-se o presunto também bem migado, a salsa e o louro.
Estes bocadinhos fazem um recheio ao qual se junta a um pouco da pasta que o barrou e mete-se na barriga do cabrito, sendo a abertura cozida com agulha e linha.
Assim fica três ou quatro horas.
Barra-se o cabrito com a banha e coloca-se nos paus de loureiro que estão na assadeira de barro a fazer de grade.
De vez em quando rega-se com vinho, e quando estiver tostado de um lado, vira-se para assar do outro.

Opção nº 2

 1 cabrito pequeno
 15 dentes de alho
 1 colher sopa de pimenta
 1 colher sopa de colorau
 5 colheres sopa de banha
 3 dl de vinho branco
 sal

 

Limpe bem o cabrito. Faça uma pasta de tempero com a banha, o colorau, os dentes de alho picados, a pimenta e o sal.
Barre o cabrito por dentro e por fora com a pasta de tempero.
Leve ao forno em assadeira de barro; se possível coloque a carne sobre uma grade feita com paus de loureiro (usados nas espetadas).
Enquanto assar vá regando com o vinho.
Sirva acompanhado de batatas assadas e esparregado.

0
0
0
s2sdefault