Em França desde 1977, ou seja à quase 43 anos, foi com enorme orgulho e gosto que no início dos anos 2000, passei quase diariamente a saber as novidades da minha aldeia, Dornelas do Zêzere, e pude acompanhar de perto a vida do meu concelho.

Tudo graças à caixinha mágica, que era o Serras Online.

Pampilhosa da Serra que até aí se encontrava tão longe, ficou ao alcance de um clique, e era de forma emocionada, que muitas vezes tinha conhecimentos das alegrias e das tragédia, dos eventos e das gentes, do concelho que nunca me saiu do coração.

Foi também com um misto de tristeza e compreensão, que me fui apercebendo que lentamente o Serras Online começava a desaparecer aos poucos. E como tudo na vida, finda,  ficámos, eu e o meu marido, em França ainda à mais anos, um pouco tristes.  Mas a lacuna ia sendo preenchida com as redes sociais, e com a a facilidade de aceder à Internet, no entanto fazia-nos falta algo nosso.

É com enorme alegria, diria mesmo orgulho, que vemos de novo o Serras Online chegar até nós. Sentimo-nos  mais próximos, mais inseridos, e acima de tudo mais Pampilhosenses.

Parabéns pelo reavivar do projecto, muita força para nos aproximarem ainda mais. Queremos Pampilhosa da Serra todos os dias e não só nos meses de Verão.

Graça e António Monsanto

0
0
0
s2sdefault