Receita de Maranhos

Ingredientes:

Bucho de Carneiro

Carne magra de carneiro

Chouriço

Presunto

Vinho Branco

Tomate

Cebola

Arroz carolino

Temperos:Sal, Pimenta, Vinagre, Banha, Cravinho, Azeite, Serpão ou Hortelã

1 - Depois do bucho de carneiro bem limpo, escalda-se com água a ferver, para lhe tirar todas as peles pretas e põe-se a marinar em sal, vinagre e rodelas de limão.

2 - Depois recheiam-se com o seguinte: Uma boa porção de carne magra de carneiro, migada em bocadinhos pequenos, um bocado de presunto, que deve estar de molho umas horas no caso de ser salgado. Parte-se também aos bocadinhos um bom chouriço de preferência da região, às rodelas, uma cebola picadinha, um bom ramo de salsa miudinha, um copo de vinho branco mal cheio e um copo de água a ferver. Um tomate aos bocadinhos.

3 - Depois de tudo isto partido num prato tempera-se de sal (mas olhando ao sal do presunto e do chouriço), pimenta, uma pitadinha de cravo moído(cravinho) uma boa colher de banha e um bom golpe de azeite, também 2 a 3 chávenas de arroz carolino cru.

4 - O bucho é lavado novamente antes de se encher e junta-se-lhe todos os ingredientes e cose-se com uma agulha e linha. Vai a cozer durante uma hora a uma hora e um quarto, em água fervente, temperada de sal. Se for em panela de pressão bastam 35 minutos. Quem gostar pode juntar ao recheio um ramo de serpão(1) ou de hortelã.
Escusado será dizer que não deve entrar água dentro do bucho.

5 - O serpão ou a  hortelã são indispensáveis em todas as receitas de maranhos. O serpão e a hortelã, em maior ou menor quantidade é o sabor indispensável dos maranhos.

 

(1) Erva aromática muito usual nas zonas da Beira Serra. O seu nome científico é "Thymus serpyllum", conhecido pelos nomes comuns de tomilho de Breckland, tomilho selvagem de Breckland, tomilho selvagem, tomilho rastejante ou tomilho élfico, é uma espécie de planta da família das hortelã Lamiaceae, nativa da maior parte da Europa e do norte da África

Nota: A diferença entre os maranhos da zona da Pampilhosa da Serra e da zona da Sertã está precisamente nesta erva aromática. Na Pampilhosa da serra usa-se o serpão e na Sertã a hortelã.

0
0
0
s2sdefault